Andrew Medichini/AP
Andrew Medichini/AP

Roma pode romper contrato com Adriano

Jogador adia retorno à Itália pela terceira vez e impacienta dirigentes do time

estadão.com.br,

23 de fevereiro de 2011 | 16h59

Diante de mais um adiamento da volta de Adriano à Itália, a Roma sinalizou que pode romper seu contrato com o jogador brasileiro. O banco UniCredit, sócio majoritário do time italiano, teria pedido a rescisão do contrato de Adriano à diretoria do clube, se ele não voltar para a Itália, segundo reportagem do jornal Corriere della Sera.

 

Adriano chegou ao Brasil no dia 7 de fevereiro, liberado pela Roma para tratar uma contusão no ombro. Ele deveria voltar para a Itália no domingo, mas adiou o voo para segunda-feira, quando mais uma vez não embarcou. Na terça, Adriano chegou a fazer check-in no aeroporto Galeão (Rio), mas não tomou o vôo Rio-Lisboa-Roma.

 

Segundo declaração do empresário do atleta, Gilmar Rinaldi, o jogador embarca hoje para a Itália.

Má fase. Quando voltar, Adriano encontrará o time em uma situação diferente daquela de quando partiu. O Roma passou por uma série de três derrotas no Campeonato Italiano, que culminou na demissão do técnico Claudio Ranieri, após derrota por 4 x 3 para o Genoa.

Nesta terça-feira, o treinador Vicenzo Montella deixou as categorias de base da Roma e assumiu o comando do grupo principal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.