Site Oficial / AS Roma
Site Oficial / AS Roma

Roma renova contrato do técnico Eusebio Di Francesco até junho de 2020

Treinador liderou a equipe até a semifinal da Liga dos Campeões na última temporada

Estadão Conteúdo

18 Junho 2018 | 12h58

A Roma anunciou oficialmente nesta segunda-feira a renovação do contrato do técnico Eusébio Di Francesco até o dia 30 de junho de 2020. Assim, o treinador acertou acordo para seguir dirigindo o time pelas duas próximas temporadas do futebol europeu.

+ Campeonato Italiano tem calendário confirmado e com rodada no dia 26 de dezembro

+ Roma anuncia contratação de revelação croata: 'Jovem talento do futebol europeu'

O comandante selou um novo compromisso com o clube após levar a equipe de forma surpreendente às semifinais da Liga dos Campeões da Europa e ao terminar o último Campeonato Italiano na terceira posição, posto que também assegurou classificação à próxima edição do principal torneio de clubes da Europa.

Na edição passada da competição continental, o time romano chegou a ser goleado por 4 a 1 pelo Barça no duelo de ida das quartas de final, mas conseguiu um improvável triunfo por 3 a 0 na partida de volta, na capital nacional, para avançar às semifinais, fase em que acabou sendo eliminado pelo Liverpool.

"A Roma está feliz de anunciar que Eusebio Di Francesco estendeu o seu acordo com o clube até o final da temporada 2019/2020", informou o clube em seu site oficial, por meio de um comunicado, no qual o comandante também festejou o acordo selado.

"Estou extremamente feliz de poder seguir vivendo esta experiência com a Roma e nossa torcida. A confiança que senti por parte do presidente (Jim Pallotta) e dos diretores me orgulha. Espero retribuí-la com uma temporada ainda mais empolgante do que a anterior", afirmou o comandante.

Di Francesco havia sido contratado anteriormente em junho de 2017, quando retornou ao time que comandou durante quatro anos entre 1997 e 2001, ano em que a equipe conquistou pela última vez o título do Campeonato Italiano. Na edição passada da Liga dos Campeões, por sua vez, o treinador conseguiu conduzir o time a realizar a sua melhor campanha em 34 anos na competição.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.