Roma vê caráter decisivo em duelo com o Barcelona e admite preocupações

A última participação da Roma na Liga dos Campeões da Europa deixou uma dura lembrança a todos no clube, afinal, o time foi goleado na fase de grupos por 7 a 1 pelo Bayern de Munique. Na véspera da estreia na competição, diante do atual campeão Barcelona, o meio-campista Daniele de Rossi reconheceu que aquela derrota incomoda, avaliou que o time catalão e o Bayern possuem semelhanças e ressaltou a importância de conquistar um triunfo na luta por uma vaga nas oitavas de final.

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2015 | 12h28

"O jogo da temporada passada contra os alemães foi um jogo fora do comum. Mas Bayern e Barcelona estão definitivamente em um nível similar. Eles são duas das equipes mais dominantes no mundo. Parte de nossos esforços para nos classificar será decidido amanhã", afirmou.

De Rossi destacou as dificuldades que a Roma terá para superar o Barcelona, apontando que o adversário não é apenas o "melhor time", mas também conta com o "melhor jogador", o argentino Lionel Messi, além de outros nomes talentosos, que podem definir o duelo.

"O Barcelona é uma equipa especial. Além de ser o melhor time, eles também possuem o melhor jogador. É duplamente difícil enfrentar um time como o Barça, pois eles têm um ótimo estilo de jogo e individualidades excepcionais", elogiou, mas negando que a Roma terá apenas preocupações defensivas.

O duelo desta quarta será mais um encontro entre a Roma é o técnico Luis Enrique, que não teve sucesso na sua passagem pelo clube, na temporada 2011/2012, com o time terminando o Campeonato Italiano em sétimo lugar. De Rossi, porém, foi diplomático e elogiou o treinador.

"Ele pediu demissão, por isso não podemos realmente culpar o clube. A temporada 2011/2012 foi uma campanha complicada e as pessoas julgaram de um certo modo, como é frequente no caso da Roma", disse. "Depois de amanhã, eu sempre vou torcer por ele", concluiu De Rossi.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiga dos CampeõesRomaDe Rossi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.