Roma vence e assume ponta do Italiano; Milan empata

Roma vence e assume ponta do Italiano; Milan empata

Embalada no Campeonato Italiano, a Roma derrotou a Atalanta por 2 a 1, neste domingo, diante de sua torcida, e assumiu a liderança da tabela. O time da capital superou a Inter de Milão, que empatou no sábado, e manteve o Milan em terceiro. O time de Leonardo arrancou um empate suado com o Catania por 2 a 2, em casa.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2010 | 12h25

Faltando apenas cinco rodadas para o fim do campeonato, a Roma soma 68 pontos, um a mais que a Inter. O Milan, que tinha a chance de encostar no rival, tem 64 e agora tem poucas chances de chegar ao título.

Jogando em casa, a Roma mostrou maior iniciativa e pressionou o adversário desde os primeiros minutos de partida. Dessa forma, não demorou para abrir o placar. Vucinic finalizou de fora da área e ainda contou com um erro feio do goleiro Consigli para deixar os donos da casa na frente.

Apesar da vantagem no placar, a Roma manteve o bom ritmo no ataque e chegou ao segundo gol antes do intervalo. Cassetti aproveitou cruzamento da direita e escorou de cabeça para o fundo das redes, aos 27 minutos. No segundo tempo, Tiribocchi descontou para a Atalanta aos 8 minutos, mas não foi o suficiente para embalar os visitantes.

No San Siro, o Milan conseguiu um empate suado, depois de estar perdendo por 2 a 0. O primeiro gol do Catania foi marcado por Maxi López, ex-Grêmio, aos 12 minutos. Ele recebeu lançamento em profundidade, entrou na área e bateu na saída do goleiro Dida.

O Milan tentou reagir na sequência, impondo forte ritmo no ataque. Ronaldinho Gaúcho criava pela esquerda, mas levava pouco perigo ao gol dos visitantes. Mais recuado, o Catania se defendia bem, à espera dos contra-ataques.

E foi assim que chegou ao segundo gol. Maxi López escapou pela esquerda em velocidade e cruzou na área para Ricchiuti, que surpreendeu a defesa e mandou de cabeça para o fundo do gol.

A reação do Milan só veio no segundo tempo. Aos 2, Abati levantou na área, Seedorf ajeitou de cabeça e Borriello mandou para as redes também de cabeça. Seis minutos depois, o mesmo Borriello foi puxado dentro da área, mas o árbitro não assinalou a penalidade.

O empate aconteceu aos 34, novamente com Borriello. Ele aproveitou cruzamento pela direita, dominou no peito e bateu no canto esquerdo do goleiro do Catania. No final, o Milan impôs forte pressão aos visitantes, mas não conseguiu chegar ao terceiro gol.

Ainda neste domingo, a Juventus voltou a vencer no Italiano, ao bater o Cagliari por 1 a 0, com gol de Chiellini. O time de Turim chegou aos 51 pontos e ocupa a quinta colocação da tabela, atrás do Palermo, que fez a lição de casa e superou o Chievo por 3 a 1.

Também pela 33.ª rodada, a Lazio derrotou o Bologna por 3 a 2, em casa, enquanto a Udinese superou o Livorno por 2 a 0. O Siena derrotou o Bari por 3 a 2, mas segue na penúltima colocação da tabela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.