Romagnoli diz que vai cumprir palavra e assinar com o Bahia

Meia e capitão do San Lorenzo que conquistou a Libertadores, disse não estar arrependido e que última palavra é do clube soteropolitano

O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2014 | 09h43

Logo após conquistar o título da Copa Libertadores pelo San Lorenzo, nesta quarta-feira, o meia e capitão da equipe, Leandro Romagnoli, admitiu que deve mesmo rumar ao Bahia. O jogador, que havia assinado pré-contrato com o clube brasileiro no começo do ano, prometeu se apresentar e disse não estar arrependido pelo acordo.

Em entrevista ao canal Sportv, o argentino de 33 anos deixou a decisão final sobre o seu futuro nas mãos do clube do Nordeste. "Tenho contrato com o Bahia. Vou me apresentar, mas eles têm a última palavra. Não (estou arrependido). Assinei, sou um homem de palavra e tenho que ir, mas eles têm a última palavra."

Há alguns meses, o meia teria dito ao diário Olé que teria se arrependido de assinar com o Bahia. Sobre isso, o meia disse já ter superado isso. "Tive um problema familiar também, mas passou", afirmou o meia. Caso desista de cumprir o seu contrato com o time brasileiro, o argentino de pagar uma multa de aproximadamente 500 mil dólares (cerca de R$ 1 milhão) aos soteropolitanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.