Romarinho dispara: 'Foi armado, eles entregaram'

Faltando uma rodada para o fim da 1.ª fase, Corinthians está eliminado do Paulistão

Vítor Marques, Agência Estado

16 de março de 2014 | 20h17

PENÁPOLIS - O atacante Romarinho bateu pesado no São Paulo e disse que com todas as letras que o rival entregou o jogo para o Ituano. O placar de 1 a 0 no Morumbi e o empate por 0 a 0 com o Penapolense, em Penápolis, eliminaram o Corinthians, que não tem mais chances de se classificar às quartas de final do Campeonato Paulista.

"Ah, não é normal. Todo mundo sabe. Ainda mais de um a zero. Isso aí todo mundo sabe que foi armado. A gente lamenta muito, mas fazer o quê? Eu tenho certeza que foi isso que aconteceu, que eles entregaram", disse o atacante do Corinthians, em entrevista à ESPN Brasil, nos vestiários do Estádio Tenente Carriço.

Romarinho destoou dos demais jogadores do Corinthians, que prefiram atribuir à eliminação a má fase do time do que culpar o resultado do rival. "Faz parte do futebol, a gente tinha que ter feito a nossa parte, nossa obrigação e não conseguimos", disse o meia Jadson.

O discurso de Romarinho combina mais com o do técnico Mano Menezes, que foi irônico ao comentar uma possível "entregada" do São Paulo. "Os deuses do futebol estão lá em cima e sabem conduzir o comportamento de cada um quando a bola rolar lá na frente", disse, em entrevista coletiva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.