Everlson de Freitas/Estadão
Everlson de Freitas/Estadão

Romarinho relembra gol na final contra o Boca e avisa: 'Espero voltar em breve'

Atacante, que tem contrato até 30 de junho de 2022 com o Al Ittihad, pareceu em vídeo da TV do clube nesta quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

31 de dezembro de 2020 | 17h12

Longe do Corinthians há mais de seis anos, o atacante Romarinho não se esquece do clube alvinegro. Nesta quinta-feira, em um vídeo publicado pela Corinthians TV, o jogador de 30 anos manifestou o seu desejo de retornar ao time que defendeu de 2012 a 2014. Atualmente defende o Al Ittihad, dos Emirados Árabes Unidos, e tem contrato até 30 de junho de 2022.

"Eu espero voltar em breve para minha casa. Timão! Voltar e ganhar mais uma Libertadores", disse Romarinho no vídeo divulgado pelo Corinthians. Ao longo de sua passagem pelo clube de Parque São Jorge, ele marcou 25 gols em 141 jogos.

Um deles está guardado em sua memória com carinho. Foi dele o gol do empate contra o Boca Juniors por 1 a 1 no jogo de ida da final da Copa Libertadores, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires. Na volta, em São Paulo, o Corinthians venceu por 2 a 0 - dois gols de Emerson Sheik - e conquistou o inédito título.

"Eu me lembro como se fosse hoje, tem foto minha no vestiário sentadinho, todo mundo pulando e eu bem quietinho, tinha acabado de chegar. Bem envergonhado, pensando comigo mesmo que sempre tinha sonhado jogar em time grande. Fiz gol em final de Libertadores. Isso marcou minha vida. Douglas e Liedson olharam para mim e falaram que eu nem sabia o que tinha feito", disse Romarinho.

Romarinho chegou ao Corinthians em 2012, depois de se destacar pelo Bragantino, e já estreou como titular fazendo dois gols em clássico contra o Palmeiras. Ficou no clube até 2014, quando foi vendido para o Al-Jaish, do Catar. No time alvinegro, além da Libertadores, foi campeão do Mundial de Clubes da Fifa (2012), do Campeonato Paulista (2013) e da Recopa Sul-Americana (2013).

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansRomarinhofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.