Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Romarinho volta à Bombonera e espera repetir feito da final de 2012

Atacante corintiano empatou jogo de ida de decisão pasada e agora quer brilhar nas oitavas

VÍTOR MARQUES, Agência Estado

30 de abril de 2013 | 08h04

SÃO PAULO - O carismático Romarinho embarcou com a delegação do Corinthians rumo a Buenos Aires, para pegar o Boca Juniors, e ouviu de vários de torcedores que estavam no aeroporto: ''Vai Romarinho, é o Boca''. Tem sido assim desde o dia 27 de junho de 2012 quando ele superou Orión e empatou a partida na Bombonera (1 a 1), no primeiro jogo da final da Libertadores, contribuindo para que a partida da volta ficasse muito menos complicada.

"A lembrança é boa, aquele gol marcou a minha vida, espero que a gente saia com o resultado positivo na quarta", disse Romarinho, que deve ser mantido no time titular para o primeiro jogo das oitavas de final, nesse reencontro com o Boca, nesta quarta-feira, em Buenos Aires.

Romarinho não promete gol, mas também não se esquiva da responsabilidade: "Tomara que eu faça um gol, se tiver a oportunidade, vou fazer."

Ele ainda era uma novidade no Corinthians em 2012, mas já tinha caído nas graças da torcida ao marcar dois gols em sua estreia como titular contra o arquirrival Palmeiras (2 a 1, pelo Brasileirão). Esses gols garantiram sua presença na Bombonera naquela decisão contra o Boca.

Romarinho, que marcou um dos gols na vitória contra a Ponte, domingo, pelo Paulistão, virou titular após a lesão de Renato Augusto. Agora jogando em nova função, o jogador atua um pouco mais recuado, meio de campo.

Com isso, Alexandre Pato continua na reserva, e o ataque titular contra o Boca será formado por Emerson Sheik, autor dos dois gols corintianos no segundo jogo da final de 2012, e Guerrero, contratado depois daquela conquista.

Tite vai confirmar a equipe que enfrenta o Boca Juniors em treino que será realizado na tarde desta terça, em Buenos Aires. A única dúvida é a participação de Cássio, que se recupera de lesão no punho esquerdo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.