Romário chama Edílson de ?burrinho?

O atacante Romário, do Vasco, chamou de "burrinho" o também atacante Edílson, do Flamengo. O artilheiro vascaíno revidou as declarações de seu companheiro de seleção brasileira, que o teria chamado de "cavalo paraguaio". Durante a Copa João Havelange, Romário afirmou que cavalo paraguaio eram aqueles jogadores que, no início de uma competição, disparavam na frente da artilharia e, depois, terminavam entre os últimos, sendo superados pelos melhores jogadores. Por estar na frente da artilharia do Carioca, Edílson teria adjetivado o atacante vascaíno de cavalo paraguaio, o que provocou a revolta do craque. No Carioca, Edílson já marcou 11 gols, enquanto Romário tem seis. "Avisa para aquele burrinho que cavalo paraguaio não é quem sai atrás, mas sim, na frente", disse Romário. Para a partida contra o América de Cáli, pela Taça Libertadores da América, quinta-feira, o técnico Joel Santana deve poupar cinco titulares. O zagueiro Alexandre Torres, o lateral-esquerdo Jorginho Paulista, o volante Nasa, além dos meias Jorginho e Juninho Paulista não participaram do treinamento de hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.