Ruben Sprich/Reuters
Ruben Sprich/Reuters

'Melhor notícia dos últimos tempos', diz Romário sobre renúncia

Ex-atacante comemora renúncia de Blatter da presidência da Fifa

Estadão Conteúdo

02 de junho de 2015 | 15h33

Romário não perdeu tempo e, minutos após o anúncio de Joseph Blatter de que novas eleições serão convocadas na Fifa, o senador do PSB-RJ publicou texto comemorando a renúncia do cartola suíço. "Melhor notícia dos últimos tempos! A renúncia de Joseph Blatter ao cargo de presidente da FIFA representa o início de uma nova era para o futebol mundial", escreveu o ex-jogador.

Autor do requerimento que deverá culminar com a instauração da CPI do Futebol no Senado, Romário disse esperar que a saída de Blatter tenha efeito cascata e derrube outros dirigentes esportivos. "Todos os gestores corruptos das confederações, mundo afora, sentirão sua queda como um tsunami. Espero, agora, que as águas desta grande onda sejam suficientes para varrer toda a corrupção liderada pela entidade maior do futebol."

O ex-jogador, craque da conquista do tetra em 1994, há 21 anos, portanto, agora quer que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo del Nero, também siga o mesmo caminho de Blatter. "Espero sinceramente que o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, também renuncie. Deus é grande e as palavras têm poder".

"A saída de Blatter abre uma enorme lacuna, é hora de darmos as mãos. Agora sim, podemos dizer que abrimos caminho para uma mudança efetiva no futebol mundial. Nas últimas décadas, a Fifa se transformou apenas em uma máquina de ganhar dinheiro. Interesse que ficou acima da missão do futebol de unir os povos, derrubar barreiras sociais, despertar paixões. É hora de retomarmos essa missão social", cobrou o senador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.