Andre Dusek/Estadão - 29/2/2012
Andre Dusek/Estadão - 29/2/2012

Romário 'convoca' festa após queda de Mano Menezes

'Galera, hoje é um dia histórico em que o Brasil tem que soltar fogos, fazer festa', comemora

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2012 | 18h24

SÃO PAULO - O baixinho Romário (PSB-RJ) não escondeu sua felicidade ao saber da demissão de Mano Menezes. Logo após o anúncio oficial da queda do treinador da seleção brasileira, o deputado federal manifestou a sua elegria no Twitter.

"Galera, hoje é um dia histórico em que o Brasil tem que soltar fogos, fazer festa...", escreveu o ex-jogador. "Até que enfim esses incompetentes da diretoria da CBF fizeram alguma coisa boa pelo futebol brasileiro. Isso eu tinha certeza que iria acontecer, infelizmente demorou, mas saiu! Em relação ao Mano, já vai tarde..."

Romário já tem a sua escolha para substituto de Mano. "Na minha opinião, o treinador tem que ser o Felipão e o diretor de Seleções, se o Andrés Sanches sair, pra mim, o ideal seria o Raí. Valeu!"

Durante a Olimpíada, Romário criticava diretamente Mano. Na época comentarista da TV Record, o ex-jogador ficou bastante irritado com a perda da medalha de ouro. "Quem é ruim, se destrói sozinho. O técnico é fraco, não sabe convocar, não sabe mexer", falou em agosto.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.