Romário dá show e Vasco ganha

O Vasco não teve a menor dificuldade para vencer o Cabofriense por 3 a 1, na tarde deste sábado, em São Januário, numa partida que valeu mais pelo show individual de Romário. Ele fez dois gols, participou do outro, finalizou duas bolas na trave e em lance muito bonito, deixou um zagueiro no chão antes de chutar rente à trave. O atacante também criou pelo menos duas grandes jogadas individuais que quase terminaram em gol.Logo no primeiro ataque perigoso de seu time, Romário deu-se ao luxo de dar um toque de calcanhar que enganou toda a zaga adversária. A partida marcou a estréia das duas equipes na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O Vasco, na verdade, foi beneficiado pela fragilidade do Cabofriense, uma equipe muito limitada, sem nenhum jogador de talento. O time da casa preferiu cadenciar a partida em ritmo de treino e poderia até ter feito mais gols.O primeiro gol surgiu aos 13 minutos de jogo, quando Romário rolou a bola para Jorginho, que viu Geder em melhor posição e fez o passe. O zagueiro vascaíno chutou forte, de fora da área, a bola desviou na zaga e não foi alcançada por Flávio. Aos 41, Juninho Paulista serviu Romário, que tocou com classe na saída do goleiro. Aos 12 da etapa final, Juninho Paulista sofreu pênalti, bem cobrado por Romário: Vasco 3 a 0. O Cabofriense descontou aos 20, com Humberto, em chute forte, de esquerda, sem defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.