Romário diz que deve ir para o Fla

Assediado pelo presidente da Federação Paulista de Futebol, Eduardo José Farah, Romário não descartou uma possível transferência para um time de São Paulo, mas afirmou que deve mesmo ir para o Flamengo. O jogador agradeceu o interesse paulista e explicou que o clube carioca foi o único que lhe apresentou uma proposta."Iniciamos os contatos no domingo passado e faltam apenas pequenos detalhes para eu voltar ao Flamengo. Não teria problemas em atuar pelo futebol paulista, mas o acerto com o Flamengo está próximo", revelou Romário, que ainda frisou não estar preocupado em acertar logo com a diretoria flamenguista, porque entende a conturbada situação que o clube vem passando e, por isso, outras prioridades precisam ser resolvidas. O presidente interino do Flamengo, Gilberto Cardoso Filho, assegurou nesta terça-feira que o clube vai continuar empenhado em acertar com Romário. De acordo com o dirigente, o principal problema é que o atacante está com um processo na Justiça contra o Flamengo, para poder receber uma dívida de cerca de R$ 13 milhões. "Se conseguirmos fazer dois contratos, um para o pagamento dos salários do Romário e o outro para o pagamento da dívida, tudo ficará certo", explicou Gilberto Cardoso Filho. "O que não pode é termos um jogador no time que está contra nós na Justiça."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.