André Dusek/Estadão - 2012
André Dusek/Estadão - 2012

Romário elogia Marin por escolha de Felipão como técnico da seleção

Ex-atacante elogia escolha de Felipão e diz que agora só os melhores jogadores serão convocados

O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2012 | 14h09

SÃO PAULO - Ídolo do futebol brasileiro que mais critica a CBF, o ex-atacante e atual deputado federal Romário baixou a guarda e pela primeira vez elogiou uma atitude do presidente da entidade, José Maria Marin. O jogador tetracampeão mundial com a seleção brasileira parabenizou o dirigente por escolher Luiz Felipe Scolari como novo treinador da seleção.

Polêmico, até na hora de elogiar Marin, ele aproveita para alfinetar. "Graças a Deus esses incompetentes da CBF acertaram pelo menos uma vez. Desejo muita sorte ao meu amigo Parreira e ao Felipão", disse o baixinho, que já aproveitou para parabenizar também Carlos Alberto Parreira, que é o mais cotado para assumir o cargo de diretor técnico.

Romário acredita que a escolha da dupla fará com a seleção fique mais transparente. "Tenho certeza que muitas coisas erradas que aconteceram deixarão de acontecer. Vai acabar o cartel das convocações. Sob a ótica deles, eles vão convocar os melhores jogadores do momento."

Horas antes, Romário pediu a saída de Marin e disse que seria uma vergonha o Brasil participar do sorteio da Copa das Confederações sem treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.