Romário faz dois, e Vasco massacra o Fast na Copa do Brasil

Uma bronca de Romário, no intervalo, deu outra motivação ao time do Vasco, que goleou o Fast Clube, no Estádio de São Januário, por 6 a 0 e classificou-se na noite desta quarta-feira à segunda fase da Copa do Brasil. A equipe carioca enfrentará agora o Gama. O atacante veterano de 41 anos anotou duas vezes e ficou mais perto de alcançar a sonhada marca dos mil gols - faltam oito, segundo as contas do jogador.?Tem gente com a cabeça no jogo passado [derrota para contra o Flamengo nos pênaltis]. Futebol não pode ser dessa forma?. Foi assim que Romário criticou alguns colegas quando terminou o primeiro tempo e os donos da casa venciam por apenas 1 a 0. O gol dessa etapa foi do próprio Romário, de pênalti.Na volta, para os 45 minutos finais, o artilheiro marcou outra vez, num chute bonito, após boa tabela com André Dias. Leandro Amaral, por duas vezes, Renato e Wagner Diniz também acertaram a pontaria. Embora o jogo tenha terminado em goleada, a primeira parte foi muito ruim, com o Vasco atuando com uma apatia incrível. O Fast Clube, que perdera na partida em Manaus por 2 a 1, veio ao Rio com a intenção de perder de pouco e chegou a assustar.O time visitante teve a oportunidade de empatar aos 47 do primeiro tempo, num pênalti cobrado por Guara e bem defendido por Cássio. Mas então veio a bronca de Romário, que se estendeu no vestiário, e o Vasco mostrou a sua força. ?É pensar no que vem, seguir em frente?, disse depois, o tetracampeão mundial. O técnico Renato Gaúcho também teve méritos. Ao substituir o meia Morais e o lateral Diego por Renato e Marcelinho, respectivamente, deu mais motivação e agressividade ao time vascaíno.Ficha técnicaVasco 6 x 0 Fast ClubeVasco - Cássio; Wágner Diniz (André Dias), Fábio Braz, Dudar e Diego(Marcelinho); Roberto Lopes, Amaral, Morais (Renato) e Conca; LeandroAmaral e Romário. Técnico: Renato Gaúcho.Fast - Labilá; Guará, Leirson, Gibi e Carlinhos; Júnior César,Ronimar, Evandro Gaúcho (Nei Júnior), Marquinhos (Barzinho) e Michel; eDelmo (Rodrigues). Técnico: Aderbal Lana.Gols - Romário, aos 43 do primeiro tempo; Wagner Diniz, aos 12, Leandro Amaral, aos 21 e 35, Romário, aos 31, e Renato, aos 37 do segundo tempo. Árbitro - Rogério Pereira da Costa (MG). Cartões amarelos - Júnior César, Roberto Lopes, Cássio, Conca e Ronimar. Local - Estádio de São Januário, no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.