Romário joga e Ramon e Roger são dúvidas

O Fluminense terá o retorno amanhã do artilheiro Romário, mas poderá ficar sem os meias Ramon e Roger contra o Juventude, na partida de volta pela segunda fase da Copa do Brasil, às 20h30, no Maracanã. Por ter empatado o primeiro jogo por 2 a 2, uma nova igualdade sem gols ou por 1 a 1, além de uma vitória assegurará o Tricolor na próxima fase. Derrota ou um empate acima de dois gols eliminará o time carioca. "Provavelmente vou jogar. As dores na minha virilha esquerda são suportáveis e não deverei ter problemas", disse Roger, que se entrar em campo completará 200 jogos com a camisa tricolor. Caso ele não tenha condições de atuar, André Luiz deverá ser o seu substituto. Com dores na coxa direita, sentidas no treinamento de hoje, Ramon é o que possui menos possibilidades de atuar. O técnico do Fluminense, Ricardo Gomes, inclusive, já escolheu o seu substituto: Juca. Além dos problemas envolvendo Roger e Ramon, o Fluminense já atuará desfalcado de dois jogadores, que cumprirão suspensão automática por terem sido expulsos no primeiro confronto. O zagueiro Rodolfo e o meia Marcão serão substituídos por Antônio Carlos e Marciel, respectivamente. "O time demonstrou nos treinamentos que está evoluindo. E isto nos deixa confiantes", disse o técnico do Fluminense, que já foi treinador do Juventude. "Conheço um pouco a equipe e no primeiro confronto eles demonstraram o quanto são perigosos. Precisaremos estar atentos a todos os detalhes."

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.