Romário marca três gols e está a dois do milésimo

Romário voltou a se destacar e fez três gols da goleada por 6 a 2 do Vasco sobre o Boavista, em Saquarema, pelo Campeonato Carioca, neste sábado. Agora, o atacante está com 998 gols, de acordo com os seus registros. "Há anos atrás alguns pensavam que eu já tinha morrido para o futebol e que eu deveria parar. Mas a resposta está aí. Vou ser o segundo a atingir essa marca (do milésimo gol)", disse Romário, referindo-se a Pelé.O Vasco teve dificuldades no primeiro tempo, embora tenha aberto o placar logo com um minuto e meio de jogo, com Leandro Amaral, artilheiro da competição. Mas, depois, o Boavista reagiu e conseguiu o empate. Com 1 a 1 no placar, Renato Gaúcho fez duas substituições. Tirou do time Amaral e Conca para dar a vez a Abedi e André Dias, respectivamente.Logo no início do segundo tempo o Boavista virou para 2 a 1. Depois disso, só deu Romário. Ele fez gols de cabeça, de pênalti e o outro num chute de esquerda. Leandro Eugênio, contra, e André Dias fecharam o placar."O time teve outra atitude no segundo tempo e estão todos de parabéns. Houve um certo descuido no início, o que foi corrigido", disse o técnico do Vasco, Renato Gaúcho.Em outro jogo deste sábado, o Madureira venceu o América por 3 a 1, com três gols de Marcelo. Maciel, para o América. BOAVISTA 2 X 6 VASCO Boavista - Erivélton; Arílson, Váldson, Glauber e Leandro Eugênio; Thiaguinho, Everton, Bruno Moreno (Léo Faria) e Anselmo; Flávio Santos e Alex Alves. Técnico: Gaúcho. Vasco - Cássio; Wagner Diniz, Fábio Braz, Dudar e Sandro (Renato); Roberto Lopes, Amaral (Abedi), Morais e Conca (André Dias); Leandro Amaral e Romário. Técnico: Renato Gaúcho. Gols - Leandro Amaral, no primeiro minuto, e Flávio Santos, aos 38 do primeiro tempo. Arílson, aos 11, Romário aos 18, 25 e 37, Leandro Eugênio, contra aos 40, e André Dias, aos 46 do segundo tempo. Árbitro - Wagner Rosa dos Santos. Cartões amarelos: Amaral, Anselmo e Leandro Eugênio. Renda e Público: Não disponíveis Local: Estádio Barreira, em Saquarema (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.