Rafael Ribeiro/CBF
Rafael Ribeiro/CBF

'Romário nunca esteve no meu rol de amigos', diz Dunga

Técnico rebate declarações dadas pelo senador a jornal italiano

O Estado de S. Paulo

23 de setembro de 2015 | 18h34

O técnico da seleção brasileira, Dunga, deu uma resposta dura às declarações feitas por Romário ao jornal italiano Gazzeta dello Sport, publicadas na última terça-feira. Por meio de nota divulgada pela assessoria de imprensa da CBF, o treinador negou a utilização de qualquer critério que não seja técnico para as convocações da equipe, como afirmou o atual senador pelo PSB-RJ em entrevista ao veículo italiano.

Além de questionar a falta de provas apresentadas por Romário, Dunga fez questão de negar qualquer vínculo de proximidade com o ex-atacante, que havia dito ser amigo do técnico na entrevista. O ex-volante afirma em certo trecho que "amizade pressupõe respeito, lealdade e estrita confiança na integridade de quem dedicamos aquele sentimento", ao explicar a razão do senador nunca ter feito parte do seu "rol de amigos".

Dunga também aproveitou o comunicado para defender o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, outro alvo dos questionamentos de Romário, com quem teria, de fato, uma "amizade de longa data". Por fim, o técnico da seleção brasileira disse que os advogados da confederação podem processar o senador pelas suas "injurídicas declarações".

Confira a nota divulgada pela assessoria da CBF na íntegra:

Tudo o que sabemos sobre:
RomárioDungafutebolCBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.