Romário pediu US$ 6 mi ao Napoli

O Napoli negou qualquer interesse por Romário. Mas os empresários Bernd Klauz e outro, cujo primeiro nome é Gennaro, mantiveram contato pelo menos uma vez, na semana passada, com o procurador de Romário, Luisinho Moraes, a quem se apresentaram como intermediários do clube italiano e fizeram uma proposta para levar o jogador. Romário, no entanto, pediu US$ 6 milhões pelo empréstimo, por um período de seis meses.O valor, considerado fora da realidade para o mercado internacional, foi um indicativo de que Romário não quer mesmo seguir para a Itália e pretende acertar sua permanência no Vasco ou pelo menos ficar em outro clube do Brasil - no eixo Rio-São Paulo. O artilheiro do Campeonato Brasileiro passou o dia desta quinta-feira na cidade de Itabira, no interior de Minas Gerais, participando de um evento do Instituto Romarinho.Ele espera contato do presidente do Vasco, Eurico Miranda, mas só aceita se reunir com o dirigente desde que receba no encontro R$ 2 milhões, em torno de 25% do total que o Vasco lhe deve. Neste sexta-feira, Romário viaja para Vitória, onde também funciona o Instituto Romarinho, projeto voltado para crianças carentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.