Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Romário pode ser suspenso por até 4 meses

O atacante Romário pode ser suspenso por até quatro meses, por ter invadido área restrita aos assistentes de arbitragem durante o Fla-Flu de 17 de agosto de 2003, no Maracanã. O jogador não estava inscrito na partida, mas ficou no banco de reservas. Durante tumulto que culminou com a expulsão do zagueiro Rodolfo, Romário levantou-se e dirigiu-se até o ?bandeirinha? Manuel do Couto0 Pires, a quem teria ofendido. Ele foi ?expulso? do banco. Ainda assim, permaneceu nos degraus de acesso ao vestiário. Romário será julgado na quarta-feira pela 3ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele foi denunciado em três artigos do Código Brasileiro Disciplinar de Futebol (CBDF): 235, 307 e 335. O último prevê suspensão de 30 a 120 dias. Os outros podem custar a Romário a suspensão por até quatro partidas. Romário vem-se recuperando de estiramento muscular na coxa esquerda e seu último jogo foi contra o Criciúma, em 9 de agosto. TIME - Falta de confiança. Esta é a explicação do zagueiro César para os maus resultados do Fluminense, no Campeonato Brasileiro. No fim de semana, o clube foi novamente derrotado, pelo Paraná, e continua próximo da zona de rebaixamento. Neste domingo, a delegação tricolor chegou ao Rio e os jogadores estavam cabisbaixos e repetindo o discurso de que ?faltam muitos jogos? e ?o time vai ser outro na partida seguinte?. ?Confiança é tudo dentro de campo e ela só vai voltar com as vitórias.Temos nos empenhado?, disse César, ressaltando que o gol sofrido, logo no início do jogo com o Paraná, atrapalhou a equipe na obtenção de uma nova vitória. Ele assegurou que o elenco do Fluminense não é ruim. ?No papel, individualmente, não ficamos devendo a nenhum time do Brasileiro?, disse César. O técnico Joel Santana foi o único da delegação a permanecer no Paraná. Ele ficou em Curitiba para resolver problemas particulares.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2003 | 19h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.