Romário tem nova despedida no México

Romário se despediu na quarta-feira à noite da seleção principal do Brasil e nem teve tempo de descansar. Horas depois do jogo pegou um avião rumo ao México. Na noite desta quinta, no Estádio Jalisco, em Guadalajara, participa de outra despedida, desta vez com a seleção composta em sua maioria por jogadores campeões do mundo em 1994. O adversário será uma seleção de veteranos do México, comandada pelo goleiro Jorge Campos. O técnico Carlos Alberto Parreira dirige o time brasileiro e viaja junto com o Baixinho. "Este jogo já estava marcado antes de eu ser convocado para esta homenagem em São Paulo?, disse Romário, que aos 39 anos enfrenta, esta semana, uma maratona de viagens e jogos - no sábado, o Vasco terá pela frente o Fortaleza, pelo Brasileiro. "Volto a tempo e vou jogar?, garantiu. A partida desta quinta-feira, na realidade, é uma revanche do jogo disputado em 10 de novembro do ano passado, em Los Angeles, vencido pelo Brasil por 2 a 1. Romário marcou os gols da vitória brasileira. Mas Jorge Campos pediu outra partida e o desafio foi aceito. A promoção da partida é grande. Romário gravou um vídeo em que diz que resolveu dar a revanche a Jorge Campos e aos outros mexicanos e os desafia a vencerem, agora que jogam em casa. Jorge Campos - atualmente auxiliar técnico de Ricardo Lavolpe na seleção mexicana - respondeu prometendo não só vitória, mas gols. "Vou jogar 80 minutos como atacante e, se não fizer gol, eu saio?, provocou. "É melhor que eles tragam os dois Ronaldos para que os ajudem.? O Brasil terá jogadores comos os campeões de 94 Taffarel, Branco, Bebeto, Dunga e Jorginho, entre outros. O México vai ter em campo Hermosillo, Luiz Hernandéz e García Aspe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.