Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Senador Romário vai a ministros pedir apoio à CPI do Futebol

Governo irá compartilhar documentos que receber do FBI

Daniel Carvalho e Talita Fernandes, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2015 | 19h41

O senador Romário (PSB-RJ) fez uma peregrinação a gabinetes de ministros em busca de apoio nas investigações da CPI criada no Senado para apurar o esquema de corrupção envolvendo o futebol brasileiro. Nesta sexta-feira, 29, o ex-jogador conversou com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ele também conversou com o chefe da Polícia Federal, Leandro Daiello e com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com quem terá reunião na próxima segunda-feira, 1º. 

"A gente está com um pensamento só. Todos esses órgãos, juntamente com o Congresso, que será representado pela CPI, têm a intenção de botar tudo a limpo, tudo às claras. Eles vão abrir as portas para mim, no bom sentido da palavra, me ajudar em todos os sentidos", afirmou Romário ao Estado.

De acordo com senador, o governo se comprometeu a compartilhar com a CPI informações que receber do FBI, que investiga o esquema de corrupção envolvendo a Fifa.

"Eles vão pedir cooperação das investigações lá de fora. Se comprometeram (a ajudar). Ele (Cardozo) falou que estava se comprometendo a ajudar a mudar a história do futebol", disse Romário. 

O ex-jogador da Seleção Brasileira já foi indicado pela liderança do PSB no Senado membro da CPI e articula com seus colegas a indicação para a relatoria da comissão, que deve ser instalada na próxima semana.

Um novo encontro do Ministério da Justiça, da Polícia Federal e parlamentares integrantes da CPI do Futebol está previsto para o próximo dia 15, na sede da Procuradoria-Geral da República (PGR) e contará com a participação de Janot. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.