Romênia e Holanda chamam "espanhóis"

Os clubes espanhóis cederão 15 jogadores para compromissos que as seleções da Romênia e da Holanda terão nos próximos dias. Os romenos apelaram para oito "expatriados" que atuam no futebol espanhol para a partida com a Itália, dia 24, pelas Eliminatórias européias da Copa de 2002. Os holandeses chamaram sete craques para o duelo com Portugal, também pela fase de classificação para o Mundial do ano que vem.O técnico Ladislau Boloni, que tem o desafio de levar a Romênia ao torneio do Japão e da Coréia do Sul, tem mais de um terço de seus 22 convocados atuando na Espanha, embora a maioria em equipes de menor expressão. O destaque é o atacante Adrian Ilie, do Valencia, terceiro colocado da Primeira Divisão. Também foram convocados o goleiro Bogdan Stelea e o meia Catalin Munteanu, ambos do Salamanca; os zagueiros Iulian Filipescu (Betis) e Cosmin Contra (Alavés), os meias Costel Galca (Espanyol), Laurentiu Rosu (Numancia) e Denis Serban (Elche) .O técnico Louis van Gaal continua fiel a seus ex-escudeiros do Barcelona - time que treinou até a temporada passada - e os chamou para treinamentos a partir desta segunda-feira. Michael Reiziger, Frank de Boer, Patrick Kluivert, Marc Overmars, Phillip Cocu e Boudewijn Zender trocam, por alguns dias, a camisa do Barça pelo uniforme laranja de seu país. Roy Makaay, do Deportivo la Coruña, também foi chamado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.