Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Romero brilha mais uma vez e Corinthians derrota a Chapecoense

Paraguaio faz seu sétimo gol na temporada e deixa a equipe alvinegra mais próxima da classificação na Copa do Brasil

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

01 Agosto 2018 | 23h40

Romero confirmou sua estrela e mais uma vez garantiu a vitória do Corinthians, dessa vez por 1 a 0 sobre a Chapecoense, resultado que garantiu o terceiro resultado positivo consecutivo do time de Osmar Loss e deixa a equipe mais próxima da classificação para a semifinal da Copa do Brasil. 

O jogo da volta contra a Chape ocorre dia 15 de agosto, na Arena Condá. O Corinthians joga pelo empate. Como a Copa do Brasil não tem mais diferença do gol marcado fora ou em casa, se a equipe catarinense vencer por um gol de diferença, independentemente do placar (1 x 0, 2 x 1 ou 3 x 2), a decisão vai para os pênaltis. 

O início de jogo parecia ser um massacre corintiano. Pedrinho e Romero deitaram e rolaram sobre a defesa da Chape. A dupla, inclusive, protagonizou o lance que abriu o placar logo aos 5 minutos de jogo. Pedrinho cruzou para o paraguaio saltar e desviar bonito de cabeça, ao melhor estilo centroavante, como fez tantas vezes Adriano Imperador, que estava presente na Arena para assistir ao jogo, a convite do presidente Andrés Sanchez. 

Na comemoração do gol, Romero simulou que estivesse escovando os dentes, como uma forma de homenagear a sua dentista. Ele havia prometido fazer um gol para ela. A fase anda tão boa que o paraguaio pode dedicar gol para muita gente.

Para se ter ideia do quanto a fase de Romero é boa, no ano passado inteiro ele fez seis gols em 55 jogos. Nesta temporada, nas últimas cinco partidas,  já marcou sete gols e com o marcado diante da Chapecoense, chegou aos 27 gols na Arena Corinthians e ampliou sua artilharia na casa corintiana. Jadson é o segundo, com 21.

Pedrinho também teve grande chance de deixar o seu. Ele acertou um forte chute de fora da área e carimbou a trave de Jandrei. A Chape melhorou no segundo tempo e chegou a pressionar os mandantes, que caíram de rendimento, mas conseguiram segurar o resultado positivo. A partida ainda marcou a estreia do chileno  Angelo Araos, que acertou um forte chute e quase marcou logo em sua estreia. 

Os minutos finais fora de Chape tentando surpreender e o Corinthians segurando a bola em um jogo que poderia ter vencido com maior tranquilidade, mas mesmo assim, conseguiu o objetivo e conseguiu obter vantagem para o duelo em Chapecó. 

FICHA TÉCNICA

Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Douglas, Jadson (Araos), Mateus Vital (Marquinhos Gabriel) e Pedrinho (Emerson); Romero

Técnico: Osmar Loss

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Bruno Silva (Guilherme) e Yann (Canteros); Osman Júnior (Márcio Araújo) e Wellington Paulista

Técnico: Gilson Kleina

Gol: Romero, aos 5, do 1º Tempo

Cartões amarelos: Amaral, Douglas, Osman Júnior, Jadson, Marquinhos Gabriel

Público: 23.624 pagantes

Renda: R$ 931.506,17

Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Local: Arena Corinthians

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.