Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Romero ou Clayson é a única dúvida do Corinthians para o clássico

Paraguaio passará por testes neste sábado, mas a tendência é que ele inicie o jogo contra o São Paulo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2017 | 18h32

O Corinthians tem apenas uma dúvida na escalação para enfrentar o São Paulo, domingo, às 16h, na Arena Corinthians. Romero será avaliado neste sábado para saber se tem condições de ir para o jogo ou se Clayson continuará como titular, como ocorreu na vitória por 5 a 2 sobre o Vasco.

A previsão da comissão técnica é que Romero chegue na noite desta sexta-feira ao Brasil, após participar de um amistoso do Paraguai contra o Peru, na quinta. O jogador passará por exames no sábado, mas segundo o técnico Fábio Carille, as informações iniciais são de que o atacante está em boas condições.

“Vamos esperar o Romero chegar. Se estiver bem, vai para o jogo. Se o Romero não puder jogar, vai a mesma equipe (do jogo com o Vasco). Sei que ele atuou 70 minutos pelo Paraguai e que parece que está tudo bem. Acho que não será problema”, projetou o treinador.

Outra novidade pode ser o zagueiro Balbuena. Ele está recuperado de uma lesão na coxa direita sofrida há pouco mais de duas semanas, na partida contra o Vitória, dia 21. “Vamos decidir amanhã (sábado)”, avisou Carille. Entretanto, a tendência é que o paraguaio esteja de volta apenas na quarta-feira, contra o Cruzeiro.

Corinthians e São Paulo vão se enfrentar pela quinta vez na temporada. Será o clássico paulista mais vezes jogado na temporada. Foram três empates (0 a 0 na Florida Cup, com vitória tricolor nos pênaltis, e mais dois 1 a 1, ambos pelo Campeonato Paulista) e uma vitória alvinegra (2 a 0, pelo Paulistão). Por isso, Carille não acredita que as equipes possam apresentar alguma surpresa para domingo, embora Rogério Ceni tenha o hábito de dar treinamentos fechados, sem a presença da imprensa.

“Nossa forma de jogar é bem clara. Faço alguns ajustes, mas não mudo o sistema de jogo. Posso mudar algumas coisas, mas nós que estamos no meio do futebol já sabemos que não tem muito de diferente. O negócio é ir ajustando de acordo com as coisas que vão acontecendo no jogo. O Rogério muda bastante o sistema de jogo e temos que estar preparados para qualquer forma que ele for armar o time”, avisou o treinador.

A definição do time corintiano ocorre neste sábado, mas a tendência é que a formação seja com Cássio; Paulo Roberto, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Marquinhos Gabriel, Jadson e Romero (Clayson); Jô.  

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.