Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Romero torce por nova 'selfie' e espera ganhar até 'com uma perna' do Palmeiras

Paraguaio projeta clássico e fala sobre comemoração dos quatro anos da Arena

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 Maio 2018 | 11h00

Bastou se classificar na Copa do Brasil para o Corinthians voltar suas atenções para o clássico com o Palmeiras, que acontece no próximo domingo. Autor de dois gols diante do Vitória, Romero espera balançar as redes mais uma vez e repetir a inusitada comemoração fazendo uma 'selfie'.

+ Podcast Corinthians: time ganha novo ânimo para encarar o Palmeiras

+ Pedrinho mostra maturidade para ser titular do Corinthians em dérbi

+ Jô revela: ‘em alguns casos, existe interferência externa'

Tomara (que tenha 'selfie' no domingo). A gente quer ganhar e para mim, será importante voltar a marcar no clássico. Mas independentemente de quem marque, o importante é o Corinthians ganhar", disse o paraguaio, que no segundo turno do Brasileirão, fez um gol na vitória por 3 a 2 sobre o rival alviverde e na comemoração tirou uma foto com os companheiros de time. 

Um dos assuntos mais comentados no Corinthians nas últimas semanas é o desgaste dos atletas com a maratona dos jogos. Romero lembrou que foi poupado contra o Ceará, mas que ainda está cansaço, entretanto, o clássico faz com que todos os jogadores tenham que se dedicar ainda mais. 

"Temos que descansar. Eu descansei contra o Ceará, mas tem jogadores que estão esgotados. Temos que descansar e já ficar concentrados, pois sabemos que ganhar o clássico será difícil, como sempre. E temos que ganhar, não tem como, nem que seja com uma perna, mas temos que ganhar. É um campeonato à parte", comentou o paraguaio.

O atacante ainda comentou sobre a comemoração fazendo o número quatro com a mão para celebrar o aniversário da inauguração da Arena. "O pessoal falou para mim que hoje (quinta-feira) era aniversário do estádio e quis comemorar desse jeito. Fico feliz de voltar a marcar na arena, já estava incomodado por não fazer gols", comentou. 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.