Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Romero vira exemplo e embala o Corinthians contra a Chapecoense

Paraguaio se torna titular absoluto e ganha a confiança do técnico Cristóvão Borges

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2016 | 01h30

Dois atacantes vivem momentos distintos no Corinthians. Alexandre Pato é a estrela que a diretoria tenta negociar. Romero é o “patinho feio” que quase saiu, teve uma nova oportunidade e hoje se tornou titular absoluto. Com a boa fase do paraguaio, o time de Cristóvão Borges encara a Chapecoense neste domingo, às 16h30, na Arena Condá. 

“Quero curtir esse momento. Vivo um bom momento e neste semestre fiz grandes jogos”, disse o artilheiro corintiano na temporada, com 14 gols, número que pode fazer com que supere em uma temporada grandes ídolos da torcida, como Jadson (que fez 16 em 2015), Guerrero (16 em 2014 e 18 em 2013) e Paulinho (13 em 2012).

Um dos motivos do crescimento do jogador, segundo ele, é o fato de o técnico Cristóvão Borges demonstrar confiança desde que chegou ao clube. “Estou tendo sequência e isso faz a diferença. Percebo que ele confia no meu trabalho e me deixa jogar a maior parte do tempo”, comemorou o atacante, autor de dois gols na vitória sobre o Flamengo por 4 a 0, na rodada passada. 

Se Romero é só alegria no Corinthians, o mesmo não se pode dizer de Alexandre Pato. A diretoria, a comissão técnica e alguns jogadores têm dado declarações demonstrando confiança no jogador e o treinador, inclusive, disse que pretende aproveitá-lo.

“Ele está há um tempo parado, existe necessidade de planejar treinamentos e estamos fazendo isso. Agora é esperar ele entrar em forma, participar com todos do grupo e estar apto a jogar”, disse Cristóvão. 

Negociar Pato é a prioridade, apesar da vontade do treinador. O clube aguarda a evolução da conversa com a Lazio, que demonstrou interesse no atacante, mas com a saída do técnico Marcelo Bielsa, que o indicou para o clube, a tendência é que a negociação esfrie.

Enquanto tenta negociar Pato, a diretoria procura um atacante. Como tem visto a dificuldade que a diretoria tem para achar um bom nome, o treinador tenta “resgatar” o atacante e acredita que ele conseguirá superar a desconfiança da torcida.

Em relação ao time, sem mistérios dos dois lados. Cristóvão vai repetir a formação que derrotou o Flamengo. Na Chapecoense, Caio Júnior conta com o retorno de Gimenez, Demerson, Dener e Sérgio Manoel.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE: Marcelo Boeck; Gimenez, Demerson, Thiego e Dener, Sérgio Manoel, Gil e Cleber Santana; Silvinho, Ananias e Bruno Rangel

Técnico: Caio Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Romero, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Luciano

Técnico: Cristóvão Borges

JUIZ: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

LOCAL: Arena Condá

HORÁRIO: 16h30

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.