Ronaldinho afirma que deixa futuro nas mãos de seu irmão

O meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho afirmou nesta quarta-feira que deixa o seu futuro profissional nas mãos de seu irmão e agente Roberto Assis. Ele disse isto após a imprensa italiana começar a noticiar uma possível transferência do craque brasileiro para o Milan. "Eu tenho que jogar e é ele (Assis) que fala sobre estas coisas", declarou Ronaldinho, que espera que esta questão seja solucionada "o mais rápido possível". O jogador, que chegou nesta quarta à Espanha após disputar dois amistosos com a seleção brasileira na Suécia, admitiu que não gostou de o técnico Dunga ter dado a camisa 10 da seleção para Kaká, enquanto ficou com a sete. Porém, logo depois ele disse que "o importante é jogar bem e marcar gols".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.