Ronaldinho brilha contra ex-time e Fla vence Grêmio

No reencontro com o clube em que surgiu para o mundo e com o qual teve conturbada negociação no início do ano, Ronaldinho Gaúcho castigou o Grêmio com um gol e uma assistência na vitória do Flamengo por 2 a 0, neste sábado, no Engenhão.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

30 de julho de 2011 | 20h55

Ronaldinho chegou aos nove gols na competição, é o artilheiro, e poderia ter mais dois na conta não fosse Bottinelli ser fominha e Leonardo Moura errar um passe para gol certo.

"O sentimento é de respeito (pelo Grêmio), o clube onde nasci. Mas tenho que cumprir minhas obrigações com o Flamengo e dar alegrias à torcida", comentou o Gaúcho, que vibrou muito ao marcar em lance de esperteza em cima do goleiro Victor. Nada da demagogia de não comemorar contra o ex-clube.

A vitória leva o Flamengo à segunda colocação provisória, com 27 pontos, um atrás do líder Corinthians, que tem dois jogos a menos, porém. O time gaúcho sofre com péssima campanha. É o 14.º, com 13 pontos, e pode até adentrar a zona de rebaixamento a depender dos jogos deste domingo.

O Grêmio até iniciou o jogo de forma surpreendente, sem receio de buscar o ataque. Não parecia intimidado pela atuação do rival na clássica partida com o Santos. Ditava o ritmo das ações e chegava com perigo à frente, faltavam as finalizações.

Aos poucos, o Flamengo se ajeitou e voltou a apresentar o toque de bola que impressionou na última quarta-feira. Ronaldinho Gaúcho começava a engrenar. Aos 27, recebeu pela esquerda e percebeu a boa movimentação de Thiago Neves. Alçou na medida para o meia atacar a bola e cabecear sem defesa para Victor.

Depois do gol, os gremistas pareceram sentir o golpe e diminuíram o ritmo. Mas o Flamengo não soube aproveitar o momento, se precipitava em vez de cadenciar o jogo e errava passes.

No segundo tempo, o time da casa chegou a dar chance para o azar e Lúcio quase empatou com forte chute que obrigou Felipe à grande defesa. Mas pouco depois o placar seria selado por Ronaldinho.

Em bola recuada, Victor cometeu a imprudência de tentar driblar o craque, que tomou-lhe a bola e apenas rolou para o gol vazio.

Com o adversário entregue, Bottinelli não contribuiu com Ronaldinho na busca da artilharia. Tentou a finalização quando tinha o companheiro livre a seu lado. Leonardo Moura também errou um passe para o camisa 10 com o gol vazio e o placar final ficou mesmo em 2 a 0.

Diante disso, ficaram em segundo plano dois pênaltis não marcados por Salvio Spinola. Um a favor do Grêmio, de Junior Cesar em Leandro, ainda no primeiro tempo, e outro de Adilson em Ronaldinho Gaúcho, quando o jogo apontava 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

Flamengo 2 x 0 Grêmio

Flamengo - Felipe; Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Junior Cesar; Airton (Fierro), Willians, Renato e Thiago Neves (Jael); Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Bottinelli). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

Grêmio - Victor; Saimon, Mário Fernandes, Rafael Marques e Lúcio; Gilberto Silva, Adilson (Marquinhos), Fábio Rochemback e Escudero (Mithuê); Leandro (Lins) e André Lima. Técnico - Julinho Camargo.

Gols - Thiago Neves, aos 27 minutos do primeiro tempo. Ronaldinho Gaúcho, aos 27 do segundo.

Árbitro - Salvio Spinola Filho (Fifa-SP)

Cartão amarelo - Willians, Welinton. Saimon, Fábio Rochemback.

Renda - R$ 780.450,00.

Público - 24.467 pagantes.

Local - Estádio do Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.