Ronaldinho dá a vitória ao Milan no clássico contra a Inter

Meia aproveitou ótimo cruzamento de Kaká e marcou, de cabeça; Roma e Juventus também venceram

Reuters

28 de setembro de 2008 | 18h46

Um incrível gol de cabeça de Ronaldinho Gaúcho garantiu a vitória de 1 a 0 do Milan sobre a rival Inter de Milão neste domingo. Essa foi a  primeira derrota do técnico José Mourinho à frente do campeão italiano. A Inter soma dez pontos em cinco jogos, dois atrás da surpreendente líder Lazio, que venceu o Torino por 3 a 1 neste domingo. Já o Milan tem nove pontos depois de se recuperar de um início lento com sua terceira vitória consecutiva na liga italiana.   Veja também:  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  Calendário / Resultados / Classificação   Aos 37 minutos do primeiro tempo, o brasileiro soube aproveitar bom cruzamento de Kaká e subiu mais do que a zaga da Inter para conferir de cabeça, sem chances para o goleiro Júlio César. Nicolas Burdisso, defensor da Inter, foi expulso por um segundo cartão amarelo aos 34 minutos da segunda etapa, e Marco Materazzi, que havia sido substituído, recebeu um cartão vermelho por mau comportamento no banco de reservas nos momentos finais da partida. Ronaldinho, que entrou como titular depois de ficar no banco nas vitórias de seu time sobre a Lazio e o Reggina, chegou perto do gol no meio do primeiro tempo, mas o goleiro da Inter Júlio Cesar fez uma bela defesa no reflexo. O Milan ainda teve um pedido de pênalti por causa de um empurrão em Kaká na área negado pelo árbitro da partida. O time da Inter parecia o mais afiado em campo depois do intervalo, e Mourinho tentou chacoalhar sua equipe com a entrada dos atacantes Adriano e Julio Cruz. Adriano desperdiçou a melhor oportunidade de empatar já na prorrogação, cabeceando longe mesmo estando desmarcado junto à trave. Em Turim, Goran Pandev conferiu com meia hora de jogo e preparou a vitória da Lazio, e o centro-avante argentino Mauro Zarate marcou dois gols no segundo tempo, incluindo um pênalti já no final, fechando o placar e elevando para seis seu número de gols na temporada. O Torino, que terminou a partida com nove homens depois que o goleiro Matteo Sereni foi expulso por fazer falta em Cristian Brocchi e conceder um pênalti e Francesco Pratali saiu com um segundo cartão amarelo, devolveu um gol com o pênalti de Nicola Amoruso nos acréscimos. O Napoli está em segundo com 11 pontos depois de vencer o Bologna por 1 x 0 com um gol de cabeça de German Denis faltando três minutos para o final. A Roma, vice-campeã no ano passado, deu impulso à sua campanha de recuperação com uma vitória de 2 a 0 em casa sobre um Atalanta. Com gols de Christian Panucci e Mirko Vucinic ainda no primeiro tempo.    

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.