Hedeson Alves/Divulgação
Hedeson Alves/Divulgação

Ronaldinho decide mais uma vez e Fla se classifica ao bater Atlético-PR por 1 a 0

Meia sai do banco para dar a vitória ao time rubro-negro na Arena da Baixada

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 00h19

CURITIBA - A estrela de Ronaldinho Gaúcho, artilheiro do Brasileirão, também brilha na Copa Sul-Americana. Depois de garantir o 1 a 0 diante do Atlético-PR no Engenhão, na semana passada, ele repetiu a dose nesta quarta-feira. Saiu do banco para marcar de cabeça, aos 28 minutos do segundo tempo, o gol da primeira vitória do Flamengo sobre o Atlético-PR na Arena da Baixada.

Também de forma inédita, o Flamengo chega à fase internacional da Copa Sul-Americana. O próximo adversário sai do confronto entre Nacional, do Uruguai, e Universidad de Chile.

Por motivos diferentes, os dois clubes usaram muitos reservas na partida desta noite. O Flamengo o fez porque está na briga pela liderança do Brasileirão e o Atlético-PR porque tenta desesperadamente sair da zona de rebaixamento do torneio.

Esse foi um dos motivos para, assim como no jogo de ida, a partida na Arena da Baixada ter sido pouco empolgante. Como precisava da vitória, o Atlético-PR partiu para cima e passou boa parte do tempo próximo da área do goleiro Felipe. Faltou, porém, competência aos atacantes do time paranaense.

Na segunda etapa, o Flamengo passou a tomar conta do jogo. Vanderlei Luxemburgo colocou Ronaldinho em campo e ele logo tratou de aproveitar uma bobeira da zaga para deixar sua marca e decidir a partida.

Até voltar a jogar na Sul-Americana, o que deve acontecer só em outubro, o Flamengo aposta suas fichas no Brasileiro, no qual briga rodada a rodada com o Corinthians pela liderança. Domingo, agora com os titulares o time rubro-negro desafia o Vasco, no Engenhão. A partida pode valer o título simbólico do primeiro turno, desde que vença e o Corinthians perca.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR 0 x 1 Flamengo

Atlético-PR - Santos; Wagner Diniz, Gustavo, Rafael Santos e Marcelo Oliveira; Wendel, Robston (Herácles), Renan (Madson) e Branquinho; Fransérgio e Adaílton (Rodriguinho). Técnico - Renato Gaúcho.

Flamengo - Felipe; Gustavo, Alex Silva (Welinton) e Ronaldo Angelim; Galhardo (Willians), Luiz Antonio, Ferrero, Bottinelli e Renato; Jael (Ronaldinho) e Negueba. Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

Gol - Ronaldinho, aos 28 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa-SP)

Cartões amarelos - Não houve.

Renda - R$ 328.016,00.

Público - 13.647 pessoas (total).

Local - Arena da Baixada, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.