Ronaldinho desabafa e rebate 'time renegado' após título

Ronaldinho exaltou a parceria com Jô, que terminou como artilheiro da Libertadores

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 01h13

BELO HORIZONTE - Com lágrimas nos olhos, Ronaldinho Gaúcho não se conteve ao fim das cobranças de pênalti que levaram o

Ronaldinho dedicou ainda o sonhado título da Libertadores à torcida que lotou o Mineirão nesta noite. "No momento mais difícil da minha vida, essa torcida me abraçou. É a maior alegria dar este título a eles", disse o meia, cuja mãe enfrentou problemas de saúde nos últimos meses".

O meia-atacante é um dos jogadores mais vitoriosos da história do futebol brasileiro. Conquistou os principais títulos europeus, incluindo a Liga dos Campeões, se sagrou campeão mundial junto com seleção brasileira em 2002 e foi eleito o melhor do mundo duas vezes (2004 e 2005).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.