Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Ronaldinho deseja sorte a Philippe Coutinho no Barcelona: 'Se divirta'

Meia foi contratado pelo time catalão junto ao Liverpool na janela de inverno do futebol europeu

Estadão Conteúdo

25 Janeiro 2018 | 21h10

Philippe Coutinho estreou nesta quinta-feira no Barcelona poucas horas depois de receber um incentivo extra, de Ronaldinho Gaúcho. O meia, que recentemente confirmou sua despedida dos campos, é um dos maiores ídolos da história do clube catalão e gravou um vídeo em que desejou boa sorte ao jogador revelado pelo Vasco e lhe deu alguns conselhos, entre eles o de se divertir.

+ Coutinho estreia, Barcelona bate Espanyol e vai à semi da Copa do Rei

"Alô, Coutinho! Aqui é o Ronaldo, passando para te desejar toda a sorte do mundo. Vai com tudo, enche esse povo de alegria que é isso que eles gostam. Se divirta, cara, que o resto vai sozinho. Vai na paz", disse Ronaldinho na mensagem divulgada pelo site oficial do Barcelona.

Ao ser apresentado, Philippe Coutinho disse que sempre se inspirou em Ronaldinho Gaúcho. "É difícil se comparar com um ídolo. Com certeza, Ronaldinho é um grande ídolo meu e de muita gente aqui, porque ele marcou época aqui", declarou o ex-jogador do Liverpool também à TV do Barça. "Seu eu puder repetir um pouco da sua história de sucesso, para mim vai ser incrível."

No vídeo tornado público nesta quinta, Ronaldinho aparece escutando o que Coutinho falou sobre ele. A edição mescla imagem da apresentação à torcida de ambos os jogadores, com destaque para as tradicionais embaixadinhas que marcam tais ocasiões. Boa parte do tempo do vídeo, que teve duração de um minuto. foi dedicada a jogadas inesquecíveis que Ronaldinho fez com a camisa do clube azul-grená, em uma mensagem subliminar de desejo que o recém-contratado faça o mesmo.

Como a camisa 10 vestida por Ronaldinho por muito tempo hoje tem dono incontestável, Lionel Messi, a Coutinho foi designada a camisa com outra numeração histórica para o Barcelona: a 14, de Johan Cruyff.

Philippe Coutinho foi contratado há cerca de duas semanas, mas demorou a estrear porque chegou ao clube lesionado. Nesta quinta, finalmente pôde entrar em campo, após começar no banco, e teve participação discreta na vitória por 2 a 0 sobre o Espanyol - clube pelo qual o meia jogou -, que levou o clube às semifinais da Copa do Rei.

Coutinho entrou no segundo tempo no lugar de Iniesta, quando o placar já estava construído, e foi bastante aplaudido pela torcida todas as vezes em que pegou na bola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.