Ronaldinho diz que jovens o motivam a fazer seu melhor

Herói do título flamenguista da Taça Guanabara, neste domingo, o meia Ronaldinho Gaúcho mostrou na entrevista coletiva após o jogo o espírito de grupo que é esperado de um capitão. Falando sobre sua motivação de disputar o Campeonato Carioca depois de ser estrela das grandes ligas europeias, o jogador lembrou de sua função dentro do elenco.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 21h37

"Nos clubes onde passei os meus companheiros eram jogadores que eram conhecidos mundialmente e aqui trabalho com um grupo de jogadores que querem ser conhecidos mundialmente. Chegar todo dia para trabalhar e ver a motivação desses jogadores mais jovens é o que me motiva a fazer o meu melhor e ajudar eles", explicou.

De acordo com o craque, a sua meta de voltar à seleção passa também pela convocação de seus companheiros. "Meu objetivo é voltar para a seleção o quanto antes. Vou continuar trabalhando com a mesma seriedade de sempre para que o Flamengo esteja sempre bem e eu e meus companheiros tenhamos sempre a possibilidade de vestir a camisa da seleção".

Ronaldinho também comentou a emoção de ser ovacionado no Engenhão. "Eu sonhava em poder retribuir o carinho da torcida, que desde o começo confiou em mim. Hoje começo a retribuir isso, levantando a taça. A cada gol é uma emoção diferente, a cada título é uma emoção diferente e aqui está sendo tudo diferente, tudo com uma alegria maior, tudo tem uma proporção muito maior. O Flamengo se tornou especial na minha vida por tudo isso", afirmou o jogador, que se emocionou no gramado, após a conquista do título.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.