Arquivo/AE
Arquivo/AE

Ronaldinho diz que merecia Copa e quer jogar até os 40

Jogador do Milan também afirmou que nenhum outro brasileiro foi melhor do que ele na Europa

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 11h47

O fato de não ter sido convocado por Dunga para disputar a última Copa do Mundo ainda incomoda Ronaldinho Gaúcho. O jogador continua dizendo que deveria ter sido chamado para atuar pela seleção brasileira na África do Sul, tendo em vista o bom momento que vivia com a camisa do Milan às vésperas da competição.

Veja também:

blog BATE-PRONTO: Mas ele não tem razão?

Em entrevista ao jornal francês L''Equipe, o craque não escondeu a sua decepção com o fato e foi além ao dizer que pretende jogar futebol profissional até os 40 anos de idade. "Nenhum outro brasileiro foi melhor do que eu na Europa. Eu merecia ser chamado", disse Ronaldinho, que tem como principal objetivo na seleção agora fazer parte do ciclo de jogadores disputarão o Mundial de 2014, que será realizado no Brasil.

Mais do que isso, o atleta vislumbra até mesmo jogar a Copa de 2018. E, para justificar o otimismo em uma longevidade de sucesso dentro nos gramados, ele lembrou o exemplo de um ex-companheiro de Milan. "Seria muito bom (jogar o Mundial no Brasil). Mas haverá também a Copa de 2018. Idade não é problema para mim. Eu tive como companheiro Paolo Maldini, que jogou até os quarenta anos. Eu quero fazer como ele", reforçou Ronaldinho, que completou 30 anos em março passado.

Para completar, Ronaldinho disse acreditar que está atualmente jogando em um nível parecido com o de quando brilhou com a camisa do Barcelona, clube que o ajudou a ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2004 e 2005. "Hoje, eu tenho o mesmo nível de quando estava na Barça. Quando um jogador joga muito bem, as pessoas se acostumam com isso. E quando você joga um pouco pior, fazem perguntas. E inventam tantas coisas", reclamou, segundo a publicação do jornal francês.

Otimista em relação ao seu futuro, o craque terá a chance de provar que realmente está em grande fase nesta quarta-feira, quando enfrentará o Auxerre, às 15h45 (de Brasília), em Milão, na estreia da fase do time italiano na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.