Ronaldinho diz que torcida foi decisiva para renovação

A torcida do Atlético-MG recebeu um presente de Natal antecipado. Após diversas especulações e sondagens de clubes do Brasil e do exterior, Ronaldinho Gaúcho e a diretoria do Atlético-MG acertaram nesta quarta-feira a prorrogação do contrato até dezembro de 2013. Assim, ele vai defender o time mineiro por ao menos mais uma temporada, inclusive na disputa da Libertadores.

MARCELO PORTELA, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 19h01

O anúncio da renovação, reivindicada pela torcida atleticana, foi feito pelo presidente do clube, Alexandre Kalil, por meio do Twitter. "Vocês queriam. Ele ficou!", postou o dirigente enquanto assistia ao treino da equipe na tarde desta quarta-feira ao lado do empresário e irmão de Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis. Os termos do novo contrato não foram revelados, mas a informação é de que há pelo menos um investidor de peso envolvido no negócio.

Ao longo da temporada, Ronaldinho Gaúcho já havia ressaltado a forma como foi bem recebido pelos torcedores atleticanos e explicou nesta quarta-feira que essa receptividade pesou na decisão de permanecer no clube. "Desde que cheguei aqui tive um tratamento maravilhoso. A torcida mexeu comigo. (Foi) o que mais pesou", disse o jogador de 32 anos. "Está tudo andando muito bem. O momento é muito bom. Tudo isso me faz ficar mais um ano e dar o meu máximo para dar alegria à torcida."

Questionado sobre a possibilidade de voltar a ser convocado para a seleção brasileira, agora que houve uma troca de treinador, Ronaldinho Gaúcho foi discreto. Desejou sorte a Luiz Felipe Scolari, contratado para substituir o demitido Mano Menezes, mas afirmou que está com "a cabeça no Atlético e no clássico no fim de semana que vem". No domingo, o time mineiro enfrenta o rival Cruzeiro pela última rodada do Brasileirão e ainda luta com o Grêmio para terminar como vice-campeão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGRonaldinho Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.