Ronaldinho é flagrado sem habilitação

O atacante Ronaldinho foi notificado por fiscais da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) por dirigir sem carteira de habilitação. Ele foi flagrado num automóvel Alfa Romeo, de cor prata, por volta de 3h15 da madrugada desta sexta-feira, na zona Sul de Porto Alegre (RS). O diretor de trânsito da EPTC, Fernando Lindner, disse que esta é uma infração classificada de "grave" pelo Código de Trânsito Brasileiro. O jogador está atualmente sem clube, pois briga com o Grêmio na Justiça para poder se transferir para o Paris Saint-Germain, da França.O diretor da EPTC recordou que Ronaldinho teve sua carteira anulada no começo do ano pelo Detran - pois não havia a comprovação da realização de exames obrigatórios. Segundo informações da entidade, o Alfa Romeo era alugado e também estava com o IPVA atrasado.Ronaldinho recebeu uma notificação de infração de 540 Ufir (cerca de R$ 570) por dirigir sem habilitação e de 180 Ufir (cerca de R$ 190) pelo licenciamento vencido do carro, conforme informou a EPTC. Ele terá prazo para apresentar recurso.Ronaldinho não pôde continuar dirigindo e o veículo foi guinchado para o depósito da EPTC. O jogador foi levado à delegacia de trânsito para registrar a ocorrência, um procedimento padrão neste tipo de caso, afirmou Lindner. Depois disso, o jogador foi liberado.A blitz que flagrou Ronaldinho é uma operação de rotina realizada diariamente pela EPTC em 12 pontos alternados da cidade, explicou o diretor.Desde que o seu contrato com o Grêmio acabou, em fevereiro, Ronaldinho, de 21 anos, ainda não atuou por nenhum clube. Ele assinou um pré-contrato com o Paris Saint-Germain, mas o caso está sendo discutido na Justiça.Em entrevista à Rádio Gaúcha, de Porto Alegre, Sérgio Neves disse que será preciso revogar uma liminar que impede o jogador de atuar. Segundo o advogado, haverá uma audiência deste processo na próxima quarta-feira. Como a temporada na Europa irá começar em julho, este é o prazo para o jogador regularizar sua situação. O advogado Márcio Neves, do escritório de Sérgio Neves, que representa o jogador, informou que Ronaldinho irá conceder entrevista coletiva em sua casa, ainda nesta sexta-feira, para explicar o caso. Segundo Márcio, o atacante irá dizer que seu primo - que dirige para ele - estava com sono e, por isso, ele teria preferido dirigir. De acordo com o advogado, Ronaldinho entregou sua carteira de habilitação ao Ministério Público em março.

Agencia Estado,

08 de junho de 2001 | 16h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.