Ronaldinho e liderança inspiram o Atlético-MG no Rio

O Atlético-MG fez apenas um treino recreativo nesta terça-feira à tarde, na véspera do jogo diante do Flamengo, atrasado da 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe deverá ter o retorno de Jô, que viaja com o elenco para o Rio, onde o jogo acontecerá a partir das 22h.

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2012 | 20h33

A meta é conseguir uma vitória no Engenhão e encostar no Fluminense na ponta da tabela. "São pontos que, lá na frente, podem fazer a diferença. São duas equipes de tradição, duas equipes grandes. Claro que é difícil jogar no Rio contra o Flamengo, mas temos que nos preocupar em fazer o nosso jogo, com objetividade, buscando a vitória", afirmou Victor.

O jogo vai marcar o aguardado reencontro de Ronaldinho Gaúcho com a torcida do Flamengo, que vai lotar o Engenhão especialmente para vaiar seu antigo ídolo. Os atleticanos, companheiros do craque atualmente, prometem defendê-lo.

"Vai ser pressão para cima do Ronaldo. Estamos preparados para dar suporte a ele. Espero que ele esteja em noite inspirada", disse o lateral Marcos Rocha. "O Ronaldo já não é um jogador novo. Experiente, sabe lidar com isso. Já passou por muitas situações adversas. Tenho certeza que isso não afeta o desempenho dele", afirmou Victor.

O Atlético viaja para o Rio com 19 jogadores:

Goleiros: Victor e Renan Ribeiro;

Laterais: Marcos Rocha, Richarlyson e Carlos César;

Zagueiros: Leonardo Silva, Rever e Rafael Marques;

Volantes: Serginho, Pierre, Leandro Donizete e Fillipe Soutto;

Meias: Escudero e Ronaldinho;

Atacantes: Guilherme, Neto Berola, Danilinho, Jô e Leonardo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.