Ronaldinho exalta boa fase, mas diz manter 'pés no chão'

O meia Ronaldinho Gaúcho voltou a ser decisivo para uma vitória do Flamengo. Na noite de quarta-feira, o astro iniciou a partida contra o Atlético Paranaense no banco de reservas, mas entrou durante o segundo tempo e fez o gol da vitória do duelo, válido pela Copa Sul-Americana, por 1 a 0 ao converter cobrança de pênalti. Satisfeito com a boa fase, Ronaldinho diz que prefere se concentrar no seu trabalho.

AE, Agência Estado

11 de agosto de 2011 | 13h17

"Dá alegria ter o trabalho reconhecido, mas continuo com os pés no chão e a mesma humildade de sempre. O caminho é fazer o meu melhor no Flamengo e demonstrar que estou em um bom momento", afirmou Ronaldinho, que é o artilheiro do Campeonato Brasileiro e tem um retorno para a seleção cada vez mais comentado.

Na quarta, no Engenhão, Ronaldinho foi o autor do gol da primeira vitória do Flamengo na história da Copa Sul-Americana. "Sempre é bom vencer, ainda mais quando se entra para a história do clube. Estou muito feliz com o momento em que vivo no Flamengo", sintetizou Ronaldinho na saída do gramado", afirmou.

O pênalti convertido por Ronaldinho foi sofrido por Jael após passe do astro. A parceria entre ambos também havia dado certo no fim de semana, quando o astro deu a assistência para o gol do atacante. Empolgado, Jael exaltou o entendimento com Ronaldinho.

"Quando o Ronaldinho entrou em campo, me disse para manter o posicionamento, a estratégia da bola enfiada. A mesma que deu certo no outro jogo. Fiz o que ele falou e acabei sendo feliz em sofrer o pênalti. Ele é fora de série", disse Jael.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.