Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Com 11 mil pessoas no Pacaembu, Ronaldinho faz gol do meio de campo

Meia promove partida beneficente com colegas do pentacampeonato em campo e levanta o público em São Paulo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

10 de dezembro de 2017 | 18h35

O meia Ronaldinho Gaúcho comandou uma apresentação de dribles e lances bonitos neste domingo, no Pacaembu, em partida beneficente. Com a presença de 11 mil torcedores presentes (8 mil pagantes) e sob chuva, o jogador eleito duas vezes o melhor do mundo pela Fifa fez um gol do meio de campo em cima do goleiro Sidão, do São Paulo, animou a torcida com demonstrações de habilidade e saiu aplaudido do gramado.

+ 'CR7 tem o direito de se sentir o melhor da história', diz Ronaldo

+ Conheça os vencedores da 40ª edição da Pesquisa Estado

O jogo reuniu a equipe formada por Amigos de Ronaldinho, que tinha a presença de pentacampeões mundiais como Lúcio e Denilson, contra um time de Estrelas, que ganhou a partida por 9 a 6 e tinha entre os presentes o ex-volante Vampeta e o goleiro Sidão. O são-paulino, aliás, atuou com o cabelo pintado nas cores do clube e um momento de distração, levou um gol por cobertura.

Ronaldinho arriscou de perto do meio-campo e marcou um belo gol, que cativou aplausos de pé do público. "É jogo de festa. Vale a pena brincar, pintar cabelo, tentar grandes lances. E um grande espetáculo", disse o Sidão em entrevista ao SporTV. O dono da festa deixou o estádio rapidamente, com o segundo tempo ainda em andamento, e não deu entrevistas na zona mista. 

"A gente fez um sinal, ele ficou olhando como se fosse chutar por cima, eu mostrei o calcanhar, depois ele chegou em mim e falou que não acreditou que eu ia fazer. Deu certo, foi muito legal", explicou o goleiro. O jogador são-paulino ganhou aplausos do público ao fazer uma defesa ao estilo escorpião ainda no primeiro tempo. A partida beneficente reverteu R$ 1 de cada ingresso vendido para instituições de caridade.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.