Divulgação
Divulgação

Ronaldinho ganha fama de preguiçoso no Querétaro

Preparador fisico Roberto Bassagaisteguy revela que brasilero não gosta de correr, mas críticas maiores são para o irmão do jogador

O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 14h11

Ronaldinho Gaúcho ainda está em alta com a torcida do Querétaro, mas já começa a enfrentar resistências dentro do clube. Um dos que torcem o nariz para seu comportamento é o preparador físico da equipe, o argentino Roberto Bassagaisteguy. Ele diz claramente que o brasileiro - dúvida para a partida desta sexta-feira de seu time contra o Santos Laguna pelo Torneio Clausura mexicano por causa de uma infecção na garganta -não gosta de correr, e isso compromete os treinamentos. Mas diz que, no geral, não tem grandes problemas com o meia, que cumpre as outras atividades propostas. Suas críticas maiores são para o irmão e empresário do jogador, Roberto Assis, por "oprimir'' o craque.

Bassagaisteguy concedeu recentemente entrevista ao canal mexicano da ESPN, e abriu o jogo. "Ronaldinho não faz a parte física comigo, pois não posso colocá-lo para correr porque não gosta. Mas na academia ele levanta pesos, trabalha a velocidade, piques, saltos. Mas pela minha experiência sei que ele não gosta de correr'', disse o preparador físico, ressaltando que outro brasileiro do grupo, o atacante Danilinho (também ex-Atlético Mineiro) é outro jogador que não gosta de exercícios em que tenha de correr.

Ao falar sobre o irmão de Ronaldinho, Assis, o argentino é mais crítico. "Acho que ele é oprimido pelo irmão. É quem faz absolutamente tudo. Tem de receber isso, aquilo, investir nisso... É o problema de toda a sua vida (de Ronaldinho)'', afirma o argentino.

Ronaldinho assinou no segundo semestre de 2014 um contrato de dois anos com o Querétaro. No fim do ano passado, recebeu uma liberação do clube e reapresentou-se com semanas de atraso. Depois disso, fez apenas uma partida.

O Querétaro ainda tem esperança de contar com Ronaldinho na partida desta sexta-feira, contra o Santos Laguna, na abertura da quarta rodada do Torneio Clausura do Campeonato Mexicano. Mas a inflamação na garganta que o impediu de jogar no início da semana contra o São Luis pela Copa México poderá fazer com que desfalque a equipe novamente.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.