Ronaldinho Gaúcho admite cansaço

Às vésperas da Copa das Confederações, que será disputada na Alemanha de 15 a 29 de junho, Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona, disse domingo que vários jogadores da Seleção Brasileira estão cansados, especialmente os que atuam no futebol europeu. "Todos sabem que há muitos jogadores em final de temporada e que estão um pouco cansados", disse Ronaldinho em Leverkusen, após um treino da Seleção. "Precisamos adaptar o ritmo de treinamento a esta situação, para termos um bom rendimento na Copa das Confederações", disse Ronaldinho. Sem citar nomes, o craque do Barça revelou que vários jogadores que atuam na Europa estão "em contato permanente com os preparadores físicos da Seleção e seguem um programa específico de recuperação". O Brasil disputará a Copa das Confederações sem o atacante Ronaldo (Real Madrid) e os laterais Roberto Carlos (Real Madrid) e Cafu (AC Milan), que pediram e foram dispensados pelo técnico Carlos Alberto Parreira. Domingo, Parreira admitiu que os jogadores que atuam na Europa estão realmente cansados, mas lembrou que Ronaldinho negociou um período de quatro semanas de férias com o Barcelona para depois da Copa das Confederações. "Gostaria que todos tivessem esta iniciativa." Ronaldinho disse que apesar do cansaço, "existe uma confiança muito grande na Seleção. Estamos motivados, treinamos com muita seriedade porque queremos jogar bem esta Copa das Confederações, fazer um bom papel e apresentar um bom futebol". O craque destacou que "neste torneio há equipes muito fortes, como Argentina e Alemanha, e nada será fácil. Precisamos treinar duro e corrigir os erros". Ronaldinho disse que a derrota para a Argentina - 3 a 1 - mostrou que "é preciso treinar mais para escapar da marcação, porque a Argentina marcou bem e isto saiu caro. Também precisamos treinar para não dar espaço ao adversário". O Brasil está no Grupo B da Copa das Confederações, ao lado de Grécia, Japão e México. O Grupo A é integrado por Argentina, Alemanha, Tunísia e Austrália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.