Ronaldinho Gaúcho obtém cidadania espanhola nesta segunda

Agora, o Barcelona conta com apenas dois jogadores extracomunitários: Samuel Eto'o e Yayá Touré

27 Agosto 2007 | 10h44

O meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona, obteve nesta segunda-feira a cidadania espanhola e não será mais considerado um jogador extracomunitário no futebol europeu.  Ronaldinho compareceu ao tribunal de primeira instância de Gavà, em Barcelona, onde jurou acatar a Constituição espanhola e assinou a ata que o transforma em cidadão deste país. O brasileiro, que chegou à Espanha em 2003, após uma passagem pelo Paris Saint Germain, iniciou há aproximadamente um ano os trâmites para obter a nacionalidade espanhola. Acompanhado por sua irmã Daisy, Ronaldinho Gaúcho permaneceu por cerca de 20 minutos no tribunal: o craque brasileiro cumprimentou a juíza, assinou a ata que credencia sua solicitação para obter a dupla nacionalidade e prestou juramento à Constituição. Concluído o trâmite, o jogador deixou rapidamente o local sem dar entrevista à imprensa que o aguardava do lado de fora do tribunal.  Com a cidadania espanhola obtida por Ronaldinho Gaúcho, o elenco do Barça conta agora com apenas dois jogadores extracomunitários: o camaronês Samuel Eto'o e o marfinense Yayá Touré.

Mais conteúdo sobre:
ronaldinho GaúchoBarcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.