Ronaldinho joga confete na França

Ronaldinho Gaúcho não tem jogado com regularidade no Paris Saint-Germain desde que retornou da Copa. Mas, como bom campeão mundial, se mostra pessoa de fino trato. Em encontro com jornalistas, mostrou-se diplomático ao reiterar que se sente mais um torcedor da seleção da França. ?Sempre acompanho os jogos da seleção?, garantiu, no bate-papo pela manhã, horas antes dos campeões mundiais de 1998 golearem Malta por 4 a 0 pelas eliminatórias da Euro-2004. ?Também procuro inspirar-me no que fazem os grandes jogadores franceses?, reforçou, sem citar nomes, que não convém a um gentleman. Na avaliação do brasileiro, a França recuperou a confiança que apresentava antes do fiasco na Coréia. A demonstração de força surgiu nos 5 a 0 na Eslovênia. ?Por isso, me considero torcedor da seleção francesa.? Ronaldinho ficou fora dos últimos jogos do PSG por causa de contratura muscular. A contusão o tirou dos confrontos contra o Ujpest, pela Copa da Uefa, e contra o Guingamp, pelo Campeonato Francês. O ex-astro do Grêmio garante que agora está pronto para voltar. ?Mas ainda não estou com 100% da forma.? Ronaldinho tem sido fonte de preocupação para o PSG. As finanças do clube capengam e, em mais de uma ocasião, se falou na possibilidade de ceder o passe do craque para fazer caixa. A Itália é o destino mais provável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.