Alberto Pellaschiar/AP
Alberto Pellaschiar/AP

Ronaldinho perde pênalti, e Inter bate Milan em clássico

Líder, time de Júlio César, Lúcio e Maicon vence por 2 a 0 a abre nove pontos de vantagem para o rival

AE, Agencia Estado

24 de janeiro de 2010 | 20h02

A Internazionale deu um grande passo rumo a mais um título do Campeonato Italiano neste domingo. Jogando no Estádio Giuseppe Meazza, o time do técnico José Mourinho derrotou o rival Milan por 2 a 0 e disparou na liderança da competição. Milito e Pandev marcaram os gols da partida.

Com apenas duas derrotas no campeonato, a Inter soma agora 49 pontos, nove a mais que o vice-líder Milan, faltando 17 rodadas para o fim da competição. Com a derrota, a equipe do brasileiro Leonardo perdeu boa chance para reduzir a diferença para o líder e acirrar a disputa pelo título.

Motivada pela torcida, a Inter começou a partida em forte ritmo, impondo pressão sobre o Milan. Os visitantes se seguravam bem na defesa, enquanto Dida era exigido debaixo da trave. Aos 8, o goleiro fez grande defesa e salvou o Milan. Mas, um minuto depois, ele não conseguiu evitar o gol de Milito. O argentino recebeu longo lançamento e bateu na saída do goleiro.

Após o gol, a Inter continuou melhor em campo, mas precisou reduzir o ritmo aos 25, quando o holandês Sneijder foi expulso, após ironizar o árbitro por causa de um cartão amarelo dado ao brasileiro Lúcio.

VEJA TAMBÉM:
\"lista\" ITALIANO - Leia mais da competição
\"tabela\" ITALIANO - Tabela / Classificação
Com um jogador a mais, o Milan chegava ao ataque com mais facilidade, mas seguia sem levar grande perigo ao gol de Júlio César. Aos 29, o brasileiro Maicon botou a mão a bola dentro da área, em disputa com Ronaldinho Gaúcho, mas o árbitro não assinalou o pênalti.

No segundo tempo, o Milan começou pressionado, e teve boas oportunidades com Seedorf e Ronaldinho Gaúcho. No entanto, o ímpeto do Milan esfriou assim que Pandev bateu falta com categoria, aos 19 minutos, e surpreendeu Dida: 2 a 0.

Apesar da vantagem da Inter, os visitantes seguiram buscando o gol e, aos 45 minutos, conseguiram um pênalti. O zagueiro Lúcio desviou a bola com a mão dentro da área e foi expulso. Mas, na cobrança da penalidade, Ronaldinho Gaúcho parou nas mãos de Júlio César, que pulou na bola e evitou o gol do Milan.

Na próxima rodada, o Milan tentará a reabilitação no campeonato diante do Livorno, fora de casa, no final de semana. A Inter vai receber o Parma, diante de sua torcida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.