Ronaldinho promete abrir espaços e jogar para o time

O meia-atacante Ronaldinho Gaúcho admitiu nesta sexta-feira que deve ser muito marcado durante o jogo contra a Austrália, e disse que não se importará em brilhar menos na Copa do Mundo se, ao atrair vários jogadores adversários, abrir espaços para os companheiros jogarem."Tenho que me movimentar bastante para abrir esse espaço. Também posso abrir para os lados e chegar mais perto da área para sofrer uma falta e tentar um lance de bola parada", disse o melhor jogador do mundo, que teve apenas alguns lampejos de brilho no jogo contra a Croácia, quando chegou a receber marcação de até três jogadores ao mesmo tempo.O gol da vitória, aliás, saiu num lance assim, em que ele e Ronaldo estavam marcados e Kaká teve liberdade para finalizar com calma, de fora da área. Ronaldinho garante que não vê problema em não se destacar individualmente. "Se continuar assim está ótimo, não preciso fazer todos os gols e brilhar", explicou o jogador do Barcelona, que espera não ter folga diante da Austrália, domingo, em Munique. "Com certeza vou ser muito marcado novamente."Perguntado sobre a situação de Ronaldo, que nos últimos dias atravessou uma série de problemas técnicos e de saúde, Ronaldinho preferiu desconversar. "O negócio é esquecer tudo isso e falar só de futebol, para que a gente possa entrar tranqüilo em campo", afirmou o camisa 10, que não achou tão trágica assim a atuação do quarteto mágico contra os croatas, mas admitiu: "Ainda dá para melhor muito".Ronaldinho, Cafu, Juan, Emerson e Zé Roberto concederam entrevista dentro do Hotel Kempinski, em Königstein, onde a seleção se concentra até a noite desta sexta-feira. Depois do treino da tarde e do jantar, a seleção deixa Königstein, às 16 horas (de Brasília) e se instala em Munique, local da partida de domingo. O único treino de sábado será feito na Allianz Arena, o mesmo estádio que recebeu o jogo de abertura do Mundial, entre Alemanha e Costa Rica. Depois do jogo, a seleção se instalará na cidade de Colônia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.