Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Ronaldinho rejeita proposta e Coritiba desiste da sua contratação

Meia foi apresentado nesta sexta-feira como novo embaixador do Barcelona

Estadao Conteudo

04 Fevereiro 2017 | 12h14

O Coritiba não será a nova casa de Ronaldinho. Neste sábado, o clube paranaense anunciou o fim das negociações com o craque após ter recebido comunicado do jogador e sua equipe rejeitando a proposta feita pelo clube. O principal motivo para o fim das conversas foi a nomeação do atleta como novo embaixador do Barcelona.

"Na declaração (enviada por Ronaldinho), foram destacadas as razões para a negativa à proposta coxa-branca, que mais de uma vez foi mencionada pelo empresário do atleta como muito boa. Mas os recentes compromissos assumidos pelo meia com o Barcelona e a imediata repercussão de sua nomeação como embaixador do clube espanhol, geraram reflexo em sua agenda e inúmeros novos compromissos de curto, médio e longo prazo", explicou o Coritiba.

As negociações entre Ronaldinho e Coritiba vinham se estendendo pelas últimas semanas, e o jogador havia prometido dar uma resposta ao clube neste início de fevereiro. O time paranaense chegou a exibir otimismo, mas os novos compromissos do craque com o Barcelona encerraram qualquer possibilidade de acerto.

"Esta nova condição (de Ronaldinho com o Barcelona) comprometeria o projeto desenvolvido pelo Coritiba com o jogador. Por isto, a diretoria alviverde abdicou da contratação. A decisão foi confirmada pelo presidente alviverde, Rogerio Portugal Bacellar", explicou o clube.

O encerramento da negociação com o Coritiba coloca em xeque o futuro de Ronaldinho como jogador de futebol. Por mais que evite falar no possível término de carreira, o meia já não atua profissionalmente desde 2015 e assumiu na última quinta-feira o compromisso de ser o embaixador do Barcelona.

Hoje com 36 anos, Ronaldinho é considerado um dos maiores nomes da história recente do futebol, tendo sido campeão da Copa do Mundo de 2002 pela seleção brasileira e se consagrado pelo Barcelona, além de ter brilhado com as camisas de Paris Saint-Germain, Grêmio e Atlético-MG.

Depois de deixar o clube mineiro, onde foi campeão da Copa Libertadores de 2013, passou pelo mexicano Querétaro e também pelo Fluminense, onde decepcionou, saindo em setembro de 2015. Desde então, Ronaldinho não atuou mais profissionalmente, participando de algumas partidas festivas, mas sempre assegurando que não estava aposentado dos gramados.

Mais conteúdo sobre:
Coritiba futebol Ronaldinho Coritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.