Divulgação
Divulgação

Ronaldinho será estrela no sorteio do futebol olímpico nesta quinta

Brasil pode encontrar Alemanha logo na primeira fase do torneio

Estadão Conteúdo

13 de abril de 2016 | 20h01

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, Ronaldinho Gaúcho será uma das estrelas do sorteio das chaves do futebol masculino e feminino no Rio-2016. Ele e a ex-zagueira da seleção Aline Pelegrino serão assistentes do sorteio, que vai acontecer a partir das 10h desta quinta-feira, no Maracanã.

No masculino, o Brasil está no "pote 1", que tem também Argentina, México e Japão. A seleção brasileira, que até segunda ordem será treinada por Dunga, só não pode enfrentar a Colômbia, por ser do mesmo continente. Assim, cresce a chance de um confronto com a Alemanha já na primeira fase, uma vez que os alemães estão no mesmo pote que os colombianos - também Argélia e Dinamarca aparecem neste "pote 4".

Os potes foram formados a partir de um "ranking olímpico", que considerou os resultados das últimas cinco edições, com peso decrescente, de 100% para os Jogos de Londres, em 2012, e de 20% para a Olimpíada de Atlanta, em 1996.

Assim, o "pote 2" tem Nigéria, Coreia do Sul, Honduras e Irã, enquanto "pote 3" conta com Suécia, Fiji, Portugal e África do Sul. A única regra é que os times de um mesmo continente obrigatoriamente têm que ficar em grupos diferentes.

No feminino, a competição terá 12 times, que serão divididos em três grupos de quatro equipes. O Brasil está no "pote 1", com EUA e Alemanha. O "pote 2" tem França, Suécia e Austrália (que obrigatoriamente ficará no grupo da Alemanha), no "pote 3" aparecem Canadá, China e Nova Zelândia, enquanto que Colômbia, África do Sul e Zimbábue aparecem no "pote 3".

Para facilitar a montagem da tabela de jogos, em sete estádios diferentes, já foi estipulado que o Brasil ficará no Grupo A no masculino e no Grupo E no feminino. Eles jogam duas vezes em Brasília e fecham a primeira fase na Fonte Nova. Elas começam a campanha com dois jogos no Engenhão e depois vão a Manaus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.