Ronaldinho sofre ruptura muscular e ficará 6 semanas fora

Meio-campista brasileiro se machucou no fim do treino da quinta e desfalcará novamente o Barcelona

EFE

04 de abril de 2008 | 11h22

O meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho, do Barcelona, deverá permanecer seis semanas afastado dos campos, por causa de uma ruptura muscular sofrida durante o treino de quinta-feira, segundo confirmou o departamento médico do clube catalão. O meia-atacante havia participado dos dois últimos dias de treinos com a equipe, e tudo parecia apontar para sua volta ao time na partida do próximo domingo, contra o Getafe. Após os trabalhos de quinta, no entanto, Ronaldinho sentiu fortes dores musculares. O jogador foi então submetido a uma ressonância magnética, que determinou a existência de uma ruptura muscular no músculo adutor médio da perna direita, que lhe impedirá de jogar pelas próximas seis semanas. O jogador brasileiro já tinha ficado de fora das cinco últimas partidas da equipe catalã, por causa de uma lesão que, segundo ele, lhe impedia de se exercitar normalmente. À época, no entanto, o departamento médico do Barcelona emitiu um comunicado revelando que não havia sido detectado nenhum tipo de lesão no jogador.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.