Ronaldinho vai dividir cobrança de falta com Beckham no Milan

'Ele é um grande campeão e espero que esteja feliz conosco', afirma o jogador brasileiro

Reuters

31 de outubro de 2008 | 10h06

Ronaldinho Gaúcho e David Beckham vão dividir a responsabilidade pelas cobranças de bola parada no Milan, enquanto o meio-campista inglês estiver emprestado pelo LA Galaxy, dos EUA, ao time italiano. "Ele é um grande campeão. Espero que esteja feliz conosco. Vamos nos revezar batendo faltas", afirmou o meia-atacante brasileiro à edição de sexta-feira do jornal Gazzetta dello Sport. "Eu já o conheço e sempre fiquei impressionado por sua classe." Beckham, de 33 anos, vai jogar no Milan durante algumas semanas, para manter a forma no intervalo das temporadas norte-americanas, de modo a permanecer em atividade e com chances de defender a seleção inglesa. O Milan disse nesta semana que o meia, ex-Real Madrid e Manchester United, vai estrear em 7 de janeiro. A imprensa local diz, porém, que ele pode se apresentar já em dezembro e participar dos treinos marcados para Dubai, durante o recesso de fim de ano do Campeonato Italiano. A duração exata do empréstimo não foi revelada, mas Beckham diz que voltará a Los Angeles antes do início da nova temporada dos EUA, no final de março. "Ninguém falou de uma transferência permanente. Essa hipótese não é possível porque ele tem contrato com o Galaxy, que não quer deixá-lo ir embora", disse Adriano Galliani, executivo-chefe do Milan. "Espero que seja uma despedida dolorosa , porque isso significaria que ele foi bem." Galliani disse que o Milan quer Beckham, um dos jogadores mais famosos e rentáveis do mundo, por razões futebolísticas, e não comerciais. Mas acrescentou que o clube estuda formas de lucrar com a chegada do jogador. "O departamento de marketing do Milan já está trabalhando com Beckham para desenvolver iniciativas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.